Século XVII

A primitiva Herdade da Torre, situada na freguesia de Nossa Senhora da Anunciação do concelho de Redondo, foi património da coroa entre os Séculos XVII e XIX. Durante este período, os lavradores da Torre e todos aqueles que nela trabalhavam ou colhiam rendimentos, eram forçados a pagar um imposto (décima) ou uma renda anual ao monarca vigente. Este imposto incidia fundamentalmente sobre os lucros e dividendos que cada usufrutuário colhia do seu trabalho, podendo ir de uns módicos 350 réis pagos por um cabreiro aos 50.000 réis de arrendamento desembolsados pelos grandes lavradores.